Goura Vrindávana:
A TERRA SAGRADA
de KRISHNA

“Vrindávana” é uma floresta muito especial_ a terra sagrada de Krishna. “Goura” signignifica “dourada”. Refere-se também ao “Gouranga”, que é um outro nome dado a Sri Chaitanya, o fundador do movimento Hare Krishna.

Sri Chaitanya

Pequeno Histórico

Em meados dos anos oitenta, dois irmãos, engenheiros, Everardo e Eduardo, saíram em busca de uma terra com natureza conservada para ser o refúgio ansiado por eles. Adentraram o vale Graúna e chegaram ao sertão do vale. Lá, nas montanhas, encontraram uma posse à venda. Logo, outros posseiros também ofereceram suas terras à venda, por valores abaixo do mercado. Por que isso? Essas terras situadas no alto da montanha, tendo como acesso uma simples picada de mulas, eram, em grande parte, ocupadas por bananais. Acontece que a comercialização dessa banana das montanhas era extremamente trabalhosa e não estava dando um lucro satisfatório. Por isso, o interesse deles era passar essas terras para frente. Mas quem se habilitaria de buscar uma propriedade com essas características? Só mesmos os aventureiros e empreendedores. E esse era o caso desses dois irmãos.

Arcana-marga e Setukara eram seus nomes espirituais de iniciação na ISKCON. Passado algum tempo, eles sentiram a necessidade de desenvolver um projeto mais amplo, que sozinhos seria impossível realizar. Resolveram, então, fazer uma parceria com o movimento Hare Krishna, do qual eram membros. Surgiu então uma pequena comunidade que passou a se chamar “Goura Vrindávana”.

“Vrindávana” é uma floresta muito especial_ a terra sagrada de Krishna. “Goura” signignifica “dourada”. Refere-se também ao “Gouranga”, que é um outro nome dado a Sri Chaitanya, o fundador do movimento Hare Krishna.

Em 1997, juntou-se à comunidade Purushatraya Swami, ao voltar de um longo período de permanência na Índia. De lá para cá, Goura Vrindávana tem seu líder espiritual residente.

No decorrer desses anos, o projeto tem se desenvolvido na proporção dos recursos que nos chegam. É um crescimento lento e orgânico, passo a passo. O importante é manter o que foi conquistado e não retroceder.

top